Festival de golos em Moreira de Cónegos, com Benfica a seguir em frente (1-6)

Imagem/montagem completamente editada/manipulada pela autora
Direitos da fotografia de fundo: Iuri Martins

O Benfica disputou a liderança do grupo B da Taça CTT diante o Moreirense, em Moreira de Cónegos... e futebol espetáculo não faltou, bem como golos!
No final da primeira parte, já tinham sido apontados cinco golos - na segunda, dois.
Com esta expressa vitória alcançada pela formação orientada por Rui Vitória, o Benfica segue para as meias-finais onde esta quarta-feira, irá ficar a conhecer o seu adversário.


Rui Vitória voltou a apostar em jogadores menos utilizados no campeonato nacional

Ederson e Lindelof, como costume, voltaram a ser aposta nesta última jornada da fase de grupos da Taça da Liga; Jiménez teve a companhia de Talisca na frente; Nélson Semedo voltou a ser aposta (à semelhança do que acontecera diante o Oriental) e Gaitán regressou à titularidade.

Onze inicial do Benfica:
Ederson, Nélson Semedo, Jardel, Lindelof, Sílvio, Renato Sanches, Samaris, 
Gaitán, Gonçalo Guedes, Talisca e Jiménez.
(Ainda jogaram: André Almeida, Grimaldo - estreia com a camisola do Benfica - e Carcela)

"Goleada" consolidada na primeira parte

         O Benfica tentou desde cedo, impor o seu jogo em Moreira de Cónegos. E, aos onze minutos, beneficiou de uma grande penalidade cometida sobre Gonçalo Guedes por Patrick. Talisca foi chamado a converter e fez o primeiro dos encarnados na partida.
         Três minutos depois, surgiu o segundo da sua conta pessoal - numa tentativa de aliviar a bola da sua grande área, André Micael assistiu acidentalmente Talisca, que atirou para o fundo das redes do Moreirense.
         Aos 20 minutos, Gaitán regressou à sua sintonia com os golos, e um golo que vale a pena ver, quem não teve oportunidade - Talisca assistiu Gaitán que, depois de tirar três adversários do caminho e de sentar o guarda-redes adversário, fez o terceiro do encontro e primeiro da sua conta pessoal.
         O Moreirense reagiu aos 25 minutos, por intermédio de Iuri Medeiros que, depois de aguentar uma carga de ombros de Jardel, bateu Ederson, reduzindo a desvantagem assinalada no marcador.
Mas cinco minutos depois do tento sofrido, Jiménez aproveitou um erro de João Sousa - que perdeu a bola em zona proibida -, rematando em arco e consequentemente, voltando a dilatar a vantagem do Benfica no marcador (um jogador do Moreirense ainda tirou a bola da baliza, mas ao que tudo indica, a bola já tinha ultrapassado a linha de golo).

Boa assistência em Moreira de Cónegos para este festival de golos

         Com pouco mais de 4200 espetadores nas bancadas do recinto, depois de se ter registado seis golos na primeira parte, o segundo tempo foi mais "calmo" no que a isso diz respeito e só a sete minutos dos 90 é que o marcador voltou a sofrer uma alteração - Talisca consumou o seu hat-trick, depois de um excelente golo de fora da grande área da equipa do Moreirense, com a bola a descrever um arco fantástico.
         Poucos segundos antes de se entrar em tempo de compensação, Gaitán fixou o resultado final com Gonçalo Guedes a oferecer o golo ao internacional argentino.

Benfica é o único grande a passar a fase de grupos, rumo às meias-finais da competição

         Depois da precoce eliminação do FC Porto (logo à segunda jornada) e de Sporting ter confirmado o adeus à competição esta terça-feira, o Benfica é o único dos "três grandes" que seguirá em frente nesta presente edição da Taça CTT - e detentor da competição, também.
         Só esta quarta-feira, o emblema chefiado por Rui Vitória ficará a conhecer o seu adversário para as meias-finais da Taça da Liga.


0 comentários:

Enviar um comentário

Parcerias (até ao momento)




Se pretender saber mais sobre a parceria e quiçá, fazer parte, preencha o formulário de contato deste blog, presente no seu lado esquerdo.
Caso não apareça, por favor envie mensagem privada para a página no Facebook.